segunda-feira, 30 de novembro de 2015

damas ou xadrez

Existe muito preconceito com relação ao jogo de damas no Brasil, mais por culpa de nós damistas, nosso esporte é visto como passatempo de aposentados, pessoas desempregadas ou desocupados, as praças estão cheias de pessoas jogando damas, 9:00 horas da manhã e lá estão eles montando as peças e se divertindo, faça chuva ou sol. Sou contra realizar torneio de damas em praça publica, primeiro que é muito desconfortável, faz um calor tremendo e quando chove, não tem para onde correr, penso que nossos dirigentes se acomodaram e não buscam lugares que proporcionem mais conforto para os atletas, quando jogamos uma competição é um desgaste emocional muito grande, nossa mente trabalha a todo vapor e um local bem agradável ameniza bastante, penso que temos que pensar bastante no bem estar de nossos atletas. Já o xadrez é outro caso, é visto como jogo de intelectuais, pessoas inteligentes, sabemos que isso não é verdade, os torneios são sempre realizados em hotéis e ambientes climatizados, eles tem verbas dos órgãos públicos e privados, também uma disciplina regida, quando começa um torneio é um silencio absoluto, termina uma partida e eles analisam em vós bem baixa para não atrapalhar o andamento da competição, eles tem uma olimpíada, as regras do xadrez é unificada para o mundo todo, não é igual a dama que cada paiz tem uma regra diferente. Os softwares para xadrez é distribuído de graça para todos(digo pirateado), se alguém consegue quebrar um sistema, no dia seguinte é disponibilizados para todos, as bases de dados dos programas esta a disposição para quem quiser e baixar. Já na dama é vendido por um preço absurdo e guardado a sete chaves, uma meia duzia controla tudo e não disponibiliza nada para os damistas, só pagando mesmo e muito caro. O xadrez esta na grade curricular de muitas escolas no Brasil, nesse quesito o pessoal da dama esta muito atrasado, vão ter que correr muito para mudar essa mentalidade. Para finalizar, os dirigentes do xadrez, são pessoas aberta ao dialogo e as novas ideias, estão sempre buscando novas iniciativas, já os dirigentes da dama, especialmente aqui no ES e diga-se a confederação de damas Brasileira, se fecham nos seus casulos, são autoritários, são donos da verdade, se fecham e não compartilham suas administrações, sabemos que uma federação é composta de presidente, secretário, tesoureiro e membros de conselhos, todos tem que trabalhar em harmonia, carreira solo é só para atores e cantores, para finalizar, temos o problema da critica, não gostam de serem criticados, sabemos que tem a critica construtiva e aquela que é meio barra pesada, a critica construtiva serve como uma busula, para orientar, talvez abrir os olhos para novos caminhos e deixar aquelas velhas praticas que sabemos que não leva a lugar nenhum. Acredito que a dama Capixaba em 2016 vai caminhar para novos horizontes, temos que ter fé e acreditar. Para finalizar, temos algo que é muito importante para uma federação, reunião da diretoria(sempre) e transparência, com ata das reuniões e prestação de contas, o que é muito importante, todos nós temos o direito de saber onde esta sendo gastado o dinheiro, sendo verba publica, privada ou alguns trocados, isso dará mais credibilidade ao dirigente. Queria responder a questão de nosso tiulo acima, dama ou xadrez, prefiro ficar em cima do muro e escolher os dois, jogar damas atualmente é meio brega aqui no Brasil, já jogar xadrez é muito chic, um cara antenado, na vanguarda dos esportes de tabuleiros, fico com o brega e o chic.

Nenhum comentário: